Linux

Configuração básica do FluxBox


http://fluxbox.sourceforge.net/

Fluxbox é um gerenciador de janelas livre, pequeno, rápido e leve para X Window System baseado no código do BlackBox 0.61.1. O Fluxbox se encontra na versão 1.0rc3. É escrito em C++.

Uma de suas capacidades é o suporte para abas de janelas (janelas diferentes podem ser agrupadas em abas de uma mesma janela).
Ele também pode executar ações (como minimizar uma janela ou executar um comando pré-determinado) em resposta a seqüências de teclas, de maneira semelhante ao Emacs. Essas e outras funcionalidades podem ser configuradas.
Outras funcionalidades estão descritas na página principal do seu website.

Configuração:

Todos os arquivos de configuração do fluxbox encontram-se na pasta do usuário:

~/.fluxbox

(~/.fluxbox – significa que os arquivos encontram-se no diretorio /home/usuario/fluxbox, sendo que este diretório, está oculto, para facilitar a operação de configuração você poderá configurar o seu navegador de arquivos para visualizar os arquivos ocultos).

Dentro do diretorio /fluxbox, você encontrara vários arquivos de configuração e subdiretórios, sendo os mais importantes para a configuração:

menu: (Configura o menu da interface).

init: (Configuração da interface).

styles: Diretório onde você poderá adicionar temas para sua interface.

~/.fluxbox/styles

backgrounds: Diretório onde você poderá adicionar papéis de parede.

~/.fluxbox/backgrounds

Configuração do menu:

O menu apresenta uma estrutura simples de comandos, basta ver como estão esses comandos e acrescentar entradas para os programas que se desejar.

[begin] (Titulo do menu) {} – Titulo do menu.

[end] – Finaliza um submenu.

[submenu] (Titulo – Submenu) {} – Cria submenus para se inserir links para aplicativos.

[exec] (Titulo – Aplicativo) {Comando} – Executa um aplicativo.

[exec] (Titulo – Serviço) {sudo /etc/init.d/serviço Opção} – Starta ou para um serviço.

[config] (Configurar) {} – Gera um submenu com as opções default de configuração do fluxbox.

[reconfig] (Reconfigurar) {} – Reconfigura a interface sem reiniciar.

[restart] (Reiniciar) {} – Reinicia o fluxbox sem fazer logof.

[exit] (Sair do Fluxbox) {} – Sair do Fluxbox

[separator] () {} – Gera uma linha separando ítens no menu.

[stylesdir] (~/.fluxbox/styles) {} – Gera uma entrada de menu que mostra os styles que estão na pasta especificada (~/.fluxbox/styles) , o local dos styles pode ser modificado a vontade , desde que o caminho da pasta dos styles esteja corretamente indicado no comando .

[wallpapers] (~/.fluxbox/backgrounds) {} – Gera uma entrada de menu que mostra os papéis de parede que estão na pasta especificada (~/.fluxbox/backgrounds) , o local dos papéis de parede pode ser modificado a vontade , desde que o caminho da pasta dos papéis de parede esteja corretamente indicado no comando.

Configuração da interface:

A configuração da interface pode ser feita diretamente pelo menu do fluxbox (Utilizando a entrada de menu [config]) ou através da edição do arquivo init (~/.fluxbox/init).

Configuração do visual do fluxbox : Styles

Todo o visual do fluxbox é definido nos arquivos de styles , são esses arquivos que definem como será o visual da barra de tarefa , botões da barra de tarefa , barra de título das janelas , botões das janelas , menu , borda das janelas , bordas da barra de tarefa , bordas do menu , etc

O próprio menu de configuração do fluxbox também tem algumas opções de configurações importantes que afetam de forma siguinificativa o visual da interface , são elas :

AntiAlias – Ativa o uso de fontes truetype na interface (deve ser mantido ligado sempre)

Menu Alpha – Ativa a transparencia no menu da interface , é um número que vai de 0-255 , quanto menor o número mais transparencia , 0 = transparencia total
255 = sem transparencia alguma.

Slit – Ativa a transparencia no slit seguindo o mesmo funcionamento do
Menu Alpha , slit é um recurso do fluxbox para ter compatibilidade com as dockapps do windowmaker.

Você poderá configurar o seu desktop utilizando uma ferramenta gráfica, que é instalada junto com o Fluxbox, para isso, abra um console e digite:

#fluxbare

Esta ferramenta lhe dará varias opções de configuração, como teclas de atalhos, configuração de locais para arquivos de temas, papeis de paredes, e uma ferramenta para se montar o menu.

Exemplo de Menu:

[begin] (BlogEtilico) {}
[submenu] (Configuracao) {}
[exec] (FluxBare) {fluxbare}
[workspaces] (Areas de trabalho) {}
[config] (Configurar o Fluxbox) {}
[reconfig] (Reconfigurar o Fluxbox) {}
[restart] (Reiniciar o Fluxbox) {}
[end]
[separator] () {}
[submenu] (Papeis de parede) {}
[wallpapers] (~/.fluxbox/backgrounds) {}
[end]
[separator] () {}
[submenu] (Aplicativos) {}
[exec] (Terminal) {gnome-terminal}
[exec] (Gedit) {gedit}
[exec] (Netbeans) {/home/usuario/netbeans/bin/netbeans}
[exec] (Terminal – Root) {sudo gnome-terminal}
[exec] (Nautilus) {nautilus –no-desktop}
[end]
[separator] () {}
[submenu] (Serviços) {}
[exec] (Apache START) {sudo /etc/init.d/apache start}
[exec] (Apache STOP) {sudo /etc/init.d/apache stop}
[end]
[separator] () {}
[submenu] (Desligar – Reiniciar – Sair) {}
[exit] (Sair do Fluxbox) {}
[exec] (Reiniciar o computador) {sudo /sbin/reboot}
[exec] (Desligar o computador) {sudo /sbin/halt}
[end]
[end]

(Para utilizar o Nautilus, como gerenciador de arquivos no Fluxbox, use o comando –no-desktop)

Anúncios

7 comentários sobre “Configuração básica do FluxBox

  1. Slightly embatrassed and wtih a quicvk smile to the bus driver, she reached behind her to unzip her skirt a little, thinkingf that this would give her enoujgh slavk to raise her leg.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s